10 Dicas para você mudar suavemente do Microsoft Office para o LibreOffice

O LibreOffice é um software grátis de código aberto, utilizado diariamente por uma grande comunidade de dezenas de milhões de usuários ao redor do mundo.
O LibreOffice é aberto a novas ideias, qualquer pessoa pode participar do projeto LibereOffice. Você pode: testar, escrever artigos, escrever documentação, desenhar ícones, ajudar colegas...


Migração do Microsoft Office para LibreOffice de forma totalmente suave. Essas dicas vão lhe ajudar a resolver alguns dos principais problemas na migração.

  • O Dia Chegou
Chegou o dia em que os diretores de sua empresa propõem grandes reduções de custos e decidem adotar o software livre em toda empresa. Como pontapé inicial, você começa essa jornada de redução de custo realizando a migração de todo o pacote Microsoft Office.
Quando isso acontecer, a primeira coisa que você vai fazer é procurar soluções alternativas para atender as expectativas da sua organização. E uma dessas soluções é a suíte LibreOffice.

  • O LibreOffice é "O Salvador Da Pátria"
É preciso tomar alguns cuidados antes da implantação do LibreOffice. Apesar de fornecer, à primeira vista, tudo que você precisa para atender as necessidades de sua organização, há algumas questões que você terá que avaliar na migração do Microsoft Office para o LibreOffice.

  • O Primeiro Empecilho
Você já deve ter adivinhado logo no primeiro parágrafo desse texto, certo? É ele mesmo, ou melhor dizendo, são eles: os usuários. Os usuários finais temem e odeiam qualquer mudança. Ninguém quer ter trabalho de aprender uma nova tecnologia ou um novo programa. As resistências são sempre as mesmas, o “medo” e o trabalho de ter que aprender algo novo. Esse é um dos grandes empecilhos na hora da migração ou de qualquer mudança.

  • Tempo de inatividade
Outro grande problema na mudança é o tempo de inatividade de um determinado recurso. Isso pode causar grandes impactos financeiros na sua empresa. Esses foram apenas alguns dos pontos de impacto gerados em uma migração do Microsoft Office para o LibreOffice. Depois de ter lido esse texto, você provavelmente dever ter levantando outros problemas que gerariam grandes impactos na sua migração e deve estar se perguntando, “Sim, e  qual a melhor maneira de realizar essas mudanças sem que sejam gerados muito transtornos e prejuízos para minha empresa?”

É ai que nós, do DicasQueFunfa, entramos com 10 dicas que vão ajudá-lo e motivá-lo no processo de migração do Microsoft Office para o LibreOffice

10 Dicas para você migrar do Microsoft Office para o LibreOffice

1 – Instalação lado a lado - LibreOffice ao lado do Microsoft Office

Já que não há nenhum custo associado ao LibreOffice, você pode baixá-lo e instalá-lo juntamente com Microsoft Office. Com isso, você vai ter mais tempo para os usuários e os técnicos se acostumarem com as novas ferramentas. Dessa forma você realizará a migração muito mais facilmente.

2 – Salve os arquivos nos formatos do Microsoft Office

Mesmo se toda a sua empresa já estiver com a instalação do LibreOffice ao lado do Microsoft Office, continue salvando seus arquivos no formado do Microsoft Office. O Microsoft Office não reconhece muito bem arquivos de formatos estrangeiros, sem contar que sua empresa provavelmente terá que enviar documentos para outras empresas/pessoas que possam estar usando o Microsoft Office. Portanto, é extremamente recomendado que você ensine seus usuários a salvarem os arquivos no formato do Microsoft Office. O LibreOffice pode salvar documentos como doc, docx, rtf, e muitos outros formatos.

3 - FAQ de Perguntas e Respostas Mais Frequentes
No início seus usuários terão muitas duvidas. Então, se antecipe! Não espere que eles perguntem, responda a essas questões por conta própria e deixe uma FAQ acessível para eles consultarem a qualquer momento. Dessas forma, seus usuários terão maior confiança e credibilidade; eles vão ter uma visão de que sempre poderão contar com seu apoio para qualquer problema.

4 - Documentação do LibreOffice

Há uma grande quantidade de documentação para LibreOffice na internet. O documento de introdução já é um excelente material; você pode até mesmo imprimir esse PDF e entregá-lo aos usuários.  Mostre também as páginas de suporte e as comunidades onde eles podem encontrar muita ajuda para assuntos específicos e avançados.

5 - Apresente a seus usuários o Gerenciador de Extensão

Você pode incrementar funcionalidades do LibreOffice mais ainda com as extensões disponíveis no site oficial do LibreOffice. São softwares que se instalam no LibreOffice padrão e incrementam as funcionalidades da suíte de escritório, seja numa de suas aplicações (Writer, Calc, Impres, etc...) ou para todas as aplicações.

6 – Recomende aos usuários usarem uma interface baseada em menus - Ribbon

Seus usuários já estão acostumado com a interface do Microsoft Office Ribbon, interface baseada em menus encontrados na maioria dos softwares ─ incluindo LibreOffice. Assim eles levarão menos tempo para se adaptarem ao LibreOffice. Isso vai facilitar muito seu processo de transição para o LibreOffice.

7 - Mostre aos usuários como personalizar barras de ferramentas

Barras de ferramentas são comumente ignoradas em um software. Fazer isso com o LibreOffice é um erro enorme. Os usuários podem fazer o seu dia muito mais eficiente personalizando as barras de ferramentas para atender suas necessidades. Tudo o que têm a fazer é clicar em Exibir | Barras de Ferramentas | Personalizar. Personalize ao seu gosto e desde já note como você terá uma melhora significativa em sua produtividade.

8 - Migrar todos os modelos a partir do Microsoft Office para LibreOffice

Se você tiver usuários avançados que trabalhem com modelos diariamente, você vai precisar migrar esses modelos para o LibreOffice. Pode ficar tranquilo; acredite ou não, isso é simples: Basta salvar o modelo do Microsoft Office em um local na sua máquina ou na rede, em seguida abri-lo no LibreOffice, e depois clique em Arquivo | Modelos | Salvar como modelo. Depois disso, os usuários poderão clicar em Arquivo | Novo | Modelos e selecionar o modelo que eles precisam da seção My Templates.

9 - Criar um tabela/documento que ilustra as diferenças entre as duas suítes
Uma das maneiras mais rápidas de aumentar a aceitação dos usuários ao LibreOffice é criar uma tabela de comparação/contraste ilustrando a diferença entre Microsoft Office e LibreOffice. Certifique-se de fazer a comparação/contraste com a versão atual do Microsoft Office que você tem instalado ─ caso contrário você poderá causar confusão desnecessária.

10 - Dê tempo aos usuários
Esse tipo de adaptação às vezes pode levar um certo tempo. Não espere que esta transição aconteça da noite pro dia. Dê a todos tempo suficiente para se adaptarem ao novo ambiente. Para alguns, isso será uma grande mudança ─ especialmente para aqueles que dependem de uma suíte de escritório para suas rotinas diárias. Mas com a instalação lado-a-lado, o suporte de toda equipe, a abundância de documentação com sessões de perguntas e respostas (FAQ), os usuários vão se adaptar bem mais fácilmente e em uma velocidade confortável para todos.


Comentários

LEIA-ME

Criar ferramentas e scripts que facilitam seu trabalho no dia a dia, solucionar problemas, documentar tudo e criar o passo a passo de como resolver, é uma tarefa que requer tempo e disposição. Por esse motivo, precisamos de sua contribuição.




Apesar de não ser obrigatória, a sua doação é muito importante para continuarmos criando ferramentas, scripts e procedimentos!
Com sua contribuição manteremos o funcionamento e desenvolvimento dessas e outras soluções.