Como compartilhar a internet do smartphone

Realizamos testes de compartilhamento da conexão de dados no Smartphone Motorola RAZ/RD1 nas funções “Tethering - Vinculo USB / Wi-Fi portátil”. Verificamos que é possível compartilhar a internet do seu smartphone de três maneiras:

Cabo USB – Utilizado o cabo que acompanha seu Smartphone, conecte o seu celular ao computador e em seguida toque na opção, “Vínculo USB”;

Wi-Fi portátil – É um ponto de acesso muito parecido com os padrões encontrados nos roteadores wireless. Nesse modo é possível configurar uma rede SSID e compartilhar com outros dispositivos próximo de você. (SSID, Service Set IDentifier) esse é o nome que será dado para identificar o seu ponto de acesso Wi-Fi),
Na função Wi-Fi, ainda é possível contar com algumas opções de segurança e serviço de DHCP, criptografia e senha segura utilizado o protocolo WPA2.

Bluetooth – Esse método não é muito utilizado devido a suas limitações. Você pode ativar o ponto de acesso usando Bluetooth, marcando a opção correspondente dentro da opção Tethering e Roteador.

É recomendado utilizar este serviço no modo “Vinculo USB” (Com o cabo conectado ao computador) com isso, o smartphone continuará com sua carga. Em teste de laboratório, no modo Wi-Fi portátil, o smartphone “Motorola Moto G XT1032” passou 16h conectado direto.

Tempo da bateria:
Smartphone: Motorola Moto G XT1032
No modo “Wi-Fi portátil”: 16h
No modo “Vinculo USB”: Não descarrega

Smartphone: BlackBerry 9360
No modo “Wi-Fi portátil”: 5:30h
No modo “Vinculo USB”: Não descarrega

Configurando um ponto de acesso Wi-Fi portátil direto do Smartphone Android

           1.       Toque em “Configurar/Ajuste”



2.      Dentro das Configurações, procure pela opção “Tethering e Roteador”. Dependendo da versão do Android, esta opção pode estar em um submenu "mais", que guarda outras opções.


3.      Em “Tethering e Roteador” toque na opção desejada


Nesse exemplo, vamos criar um ponto de acesso Wi-Fi

4.      Toque na opção “Wi-Fi portátil”.

5.      Configurações necessárias para o ponto “Wi-Fi portátil”:

SSID da rede - Aceite o nome que será sugerindo ou entre com um novo nome;  
Cana preferido – Deixar como “Automático”;
Endereço de início (DHCP) do cliente – Não precisa alterar;
Segurança – deve utilizar o protocolo WPA2 PSK;
Senha – A senha deverá ser criada pelo Cliente individual e deve ter no mínimo 8 caracteres.


            6.      Ok, agora é só testar a conexão.

Comentários

LEIA-ME

Criar ferramentas e scripts que facilitam seu trabalho no dia a dia, solucionar problemas, documentar tudo e criar o passo a passo de como resolver, é uma tarefa que requer tempo e disposição. Por esse motivo, precisamos de sua contribuição.




Apesar de não ser obrigatória, a sua doação é muito importante para continuarmos criando ferramentas, scripts e procedimentos!
Com sua contribuição manteremos o funcionamento e desenvolvimento dessas e outras soluções.